VERMELHO SANGUE AMARELO SURDO (2003) - Delírio
8014
portfolio_page-template-default,single,single-portfolio_page,postid-8014,woocommerce-demo-store,ajax_fade,page_not_loaded,smooth_scroll,,qode-theme-ver-3.6,wpb-js-composer js-comp-ver-5.2,vc_responsive
 

VERMELHO SANGUE AMARELO SURDO (2003)

About This Project

Vincent Van Gogh nasceu na Holanda, em 1853 e morreu em 1890 na França. Não há quem nunca tenha ouvido falar no gênio expressionista: o louco, o obsessivo, o pintor dos girassóis, o vagabundo, o artista que viveu às custas de seu irmão, o sujeito que cortou a própria orelha num ato de insanidade. Um autêntico expressionista perdido num mundo onde o impressionismo era a nova lei. Um visionário, um revolucionário, um homem revoltado e outsider. O que mais se pode falar de um artista cuja obra permanece viva e pulsante até nossos tempos e que, sem qualquer sombra de dúvida, fala por si. Seus campos de trigo, seus céu estrelados, seus girassóis, seus auto-retrato têm a força da expressão e sua técnica salta aos olhos, mesmo em reproduções de cores pouco fiéis em livros e materiais didáticos. Van Gogh é conhecido por todos, de alguma forma todos admiramos este pintor e cultuamos sua trajetória de vida que inclui sacrifício, auto- mutilação, pobreza, bebidas, violência, relações passionais, profundo amor entre irmãos, hospício, neurose e finalmente morte por suicídio. Todos conhecem Van Gogh Alguns, como Antonin Artaud falaram dele como grande vítima do sistema, outros como gênio intelectual e artista muito à frente do seu tempo. Quais aspectos valem mais à pena levar ao palco? Pois bem, quando estamos diante de uma de suas obras, o que salta aos olhos e ilumina o espírito é realmente a sua genialidade. Suas obras permanecem comi referência de domínio técnico e ousadia artística.

 

Tomando como ponto de partida as cartas que escreveu a seu irmão, preferimos levar a cena seu amor pela arte, embora não pudéssemos deixar de considerar aspectos biográficos e históricos. VERMELHO SANGUE AMARELO SURDO é fragmento de paixão! É a experiência única de um homem que, com coragem violenta e entrega absolta, procurou a verdade através do êxtase. É ainda mais! Através da pintura percorreu caminhos inimagináveis na ânsia de se conhecer e experimentar a vida. Um gênio tentando desesperadamente tomar posse de si mesmo.

Direção: Edson Bueno

 

 

Elenco:

Date

2001

Category

Arte, Era de Prata

Esta é uma loja de demonstração para fins de teste - As compras realizadas não são válidas. Dispensar